Cantor paraguaio Fábio Stella comemora 50 anos de carreira no Sarau de Itapuã


FÁBIO STELLA

A edição de segunda-feira (27) também vai contar com lançamento coletivo de livros |Fábio Stella | Foto: divulgação

O cantor paraguaio Fábio Stella vai comemorar 50 anos de carreira, no Sarau de Itapuã, na próxima segunda-feira, 27, a partir das 18h, às margens da Lagoa do Abaeté, na Casa da Música, espaço cultural administrado pela SecultBA. O evento tem entrada franca.

FÁBIO STELLA E TIM MAIA

Fábio Stella e Tim Maia |Foto: divulgação

Radicado no Rio de Janeiro, Fábio Stella é cantor e compositor. Ele fez trilhas sonoras para a TV brasileira e conheceu Tim Maia, de quem viria a se tornar parceiro, nos bastidores de um programa de auditório nos anos 1960. Além do trabalho autoral, no show de segunda-feira, ele vai contar as histórias divertidas que viveu ao lado do “sindico”.

RAPHAEL ARCANJO

Raphael Arcanjo | Foto: divulgação

Essa edição do Sarau de Itapuã também vai contar com as participações dos cantores e compositores Allef, Raphael Arcanjo e Mestre Aurino (Samba Chula de Maracangalha), e será palco do lançamento dos livros A Estrelinha Atrapalhada, O Livro Falante, A Alameda dos Algodões Flutuantes, Favela Gótica e Ocupando o Branco dos Olhos, dos autores baianos Noélia Barreto Bartilotti, Mogg Mester e Fabio Shiva e Adão Cunha.

MESTRE AURINO

Mestre Aurino | Foto: divulgação

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista

Serviço

Sarau de Itapuã
Dia e Horário: 27 de maio – 18h
Atrações: Fábio Stella / Allef / Raphael Arcanjo/ Mestre Aurino e lançamento de livros
Quanto: gratuito
Classificação: Livre

Anúncios

VI edição do Sunday Rock agita o Centro Cultural de Alagoinhas


Sunday Rock

O evento, que acontece no domingo (19), reúne bandas de rock e reggae no Foyer do espaço |Organocolorados Foto: reprodução Facebook

No próximo domingo (19), a partir das 14h, o Centro Cultural de Alagoinhas, espaço administrado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), vai ser palco da VI edição do Sunday Rock. O evento, que tem como objetivo promover a confraternização entre diversas formas de expressão artística e cultural, vai contar com apresentações das bandas Organoclorados, Treta Roots, Sonória e Nanda Lins e os Astronautas. Os ingressos custam R$ 5,00 (inteira) e R$ 2,50 (meia). A classificação etária é livre. O projeto foi aprovado na Convocatória Ocupe Seu Espaço, da SecultBA.

A banda Organocolorados, uma das anfitriãs do Sunday Rock, surgiu em 1985 e é fruto da parceria entre dois colegas da antiga Escola de Agronomia da UFBA, em Cruz das Almas. O nome do grupo, que já excursionou por diversas cidades da Bahia, faz referência a um tipo de agrotóxico.

A Organoclorados produz um som denso e enérgico, sem deixar de ser melodioso, combinando cadências dançantes com temas fortes das letras. O principal referencial é o rock pós-punk, flertando com o gótico e o psicodelismo, além de referências no blues e rhythm n’ blues. Nas letras, paradigmas científicos são utilizados para tratar de assuntos do cotidiano, relacionamentos e questões existenciais, sociais e ambientais.

O evento pretender reunir toda a família e vai contar com atrações para as crianças, que poderão participar de oficinas de pintura livre e, também, de brincar na cama elástica. Enquanto isso, os pais tem como opção curtir Rock e Reggae, degustando um chopp artesanal.

#OcupeSeuEspaço – A campanha #OcupeSeuEspaço” chama atenção para uma vasta e diversa programação nos espaços culturais durante o mês de abril. O mote da campanha é inspirado no Programa de Dinamização de Espaços Culturais – Ocupe Seu Espaço, um conjunto de ações e projetos encabeçados pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC) / SecultBA, a fim de promover o uso democrático dos Centros de Cultura / Espaços Culturais, tanto do ponto de vista do público, como da ocupação da pauta.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista.

VI Sunday Rock
Linguagem: Música
Dia e Horário: 19/05 (domingo), 14h
Quanto: 5,00 e 2,50 reais
Classificação: Livre
Local: Foyer

Sarauzinho da Calu volta aos palcos de Lauro de Freitas


Sarauzinho_da_Calu_Foto_Divulgacao.jpg

Foto: divulgação

O Sarauzinho da Calu chega a Lauro de Freitas, para única apresentação no dia 19 de maio, às 17h no Cine Teatro Lauro de Freitas, espaço cultural administrado pela Secretaria de Cultura da Bahia (SecultBA). O Sarauzinho utiliza a ferramenta da poesia, música e literatura infantil para falar de representatividade, tradição, memória e identidade.

Baseado no livro “Calu, uma menina cheia de histórias”, que tem prefácio do ator e escritor Lázaro Ramos e foi vencedor do prêmio APCA – São Paulo em 2017, o livro serviu de inspiração para o espetáculo que é dirigida pela atriz, escritora e dramaturga Cássia Valle do Bando de Teatro Olodum.

O Sarauzinho é um espetáculo que aborda a narrativa de uma menina negra, que a partir das suas histórias contadas no bloquinho cria um universo alternativo carregado de símbolos, afirmando a importância de falar dos sonhos. De forma lúdica, criativa e transformadora, a Performance Literária retrata a transmissão de conhecimento através da oralidade, como contação de histórias, poemas e canções infantis compostas especialmente para o sarauzinho.

O elenco conta com Kelly Ribeiro, Clara Cardoso, Naira da Hora, Juliana Luz, Vagner de Jesus e a atriz mirim Ayana Dantas, além dos artistas colaboradores Merry Batista, Marquinhos Dede, Shirley Sanveja, Nine Vieira. A direção do Sarauzinho é de Cássia Valle, codireção Leno Sacramento, produção da DiPreta, direção musical de Cell Dantas, iluminação Rivaldo Rio e fotografia de Fafá.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista.

SERVIÇO

“Sarauzinho da Calu”
Quando: 19 de maio de 2019.
Onde: Cine teatro Lauro de Freitas
Quanto: R$10,00 (inteira) / R$ 5,00 (meia) disponível na bilheteria do teatro.
Classificação: Livre

Tonho Matéria e Atabasabar agitam o próximo Sarau de Itapuã


Tonho Matéria

Tonho Matéria |Foto: divulgação

O cantor Tonho Matéria e a banda Atabasabar vão se apresentar na próxima segunda-feira, 13, a partir das 18h, às margens da Lagoa do Abaeté, na Casa da Música, espaço cultural administrado pela SecultBA. O Sarau de Itapuã tem entrada franca.

Com mais de 25 anos de carreira, Tonho Matéria é cantor e compositor. Versátil, ele mescla o samba-reggae com World Music , tem mais de 500 canções gravadas e já excursionou por diversos países levando a cultura negra, principalmente, a capoeira e a música afro baiana.

atabasabar

Abasabar | Foto: divulgação

Já a banda Atabasabar tem como marca maior no seu trabalho a valorização do tambor. O instrumento percussivo é o agente e simboliza uma forma de comunicar, vibrar e difundir o toque do instrumento com a batida do coração. O objetivo é proporcionar ao público uma conexão com a arte e, principalmente, a história da Bahia e da África. Os verdadeiros mestres da banda são os percussionistas que se unem com o objetivo de levar alegria, paz, interatividade e música para os espectadores.

Donminique-Azevedo-e-Dona-Senhora_Aiuê.jpg

“AIUÊ: Escutando os Sons dos Quilombos” | Foto: divulgação

Essa edição do Sarau de Itapuã também vai contar com a exibição do filme “AIUÊ: Escutando os Sons dos Quilombos”, que versa sobre os sons presentes nas comunidades quilombolas de Salvador e Região Metropolitana. A produção foi concebida pelos cineastas negros baianos Donminique Azevedo (documentarista, jornalista e educadora), Danilo Umbelino (cineasta e diretor de fotografia), Leo Rocha (musicista e cineasta), e Uiran Paranhos (cineasta e técnico de som direto), entre outros.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista.

SERVIÇO

SARAU DE ITAPUÃ
Dia e Horário: 13 de maio – 18h
Atrações: Tonho Matéria / Banda Atabasabar / Filme “AIUÊ: Escutando os Sons dos Quilombos”
Quanto: gratuito
Classificação: Livre
Local: Sala Multiuso/Casa da Música
Realização: Casa da Música/ Secult – IMA

“Malê Debalê também é Geek!” movimenta Casa da Música neste sábado (11)


Malê

Foto: reprodução Instagram

A Casa da Música, espaço cultural administrado pela SecultBA, recebe no próximo sábado (11), das 10 às 14h, o evento “Malê Debalê também é GeeK”. O centro cultural, situado às margens da Lagoa do Abaeté, em Itapuã, vai ser palco de oficinas de Criação de Jogos não digitais, com Alexandre Santos; Graffiti, com Zezé Olukemi, e Arduino; e Música, com Sivani Neri. O evento é gratuito. Para participar é necessário se inscrever na plataforma Sympla, através do link https://www.sympla.com.br/male-debale-tambem-e-geek__508887.

Além das oficinas, o público vai poder participar de uma roda de conversas sobre renovação e inovação baseada na herança africana. Dentre os integrantes vão estar Leonardo França – Malê Debalê, Rubão Silva – Malê Debalê, Alexandre Santos – Strike Games e Zezé Olukemi – Itan. O evento “Malê Debalê também é Geek!” busca trazer a influência Malê no dia a dia e trazer a comunidade para dentro do Bloco Malê Debalê.

O bloco Malê Debalê possui 40 anos de história de luta nos carnavais de Salvador. O Malê, também, está atento a renovação e inovação, e busca parcerias para estar conectado com a era digital. A primeira parceria é com a Strike Games, com quem lançou o game Sociedade Nagô. Agora o evento é uma realização do Malê Debalê em conjunto com Strike Games e Itan. O “Malê Debalê também é GeeK” conta com o apoio da Casa da Musica, 42 cultural, Virtualize Soluções Digitais e Labrasoft.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista.

“Malê Debalê também é GeeK!”
Linguagem: Multilinguagem
Dia e Horário: 11/05 (sábado), das 10h às 14h.
Local: Casa da Música
Classificação: Livre

Antologia poética “Esquinas da Alma” vai ser lançada no Centro de Cultura Olívia Barradas


livro_esquinasdaalma

O Centro de Cultura Olívia Barradas, em Valença, espaço cultural administrado pela SecultBA, recebe na próxima sexta-feira (10), às 19h, o lançamento da coletânea de poesias “Esquinas da Alma”. O livro reúne textos de nomes como Mustafá Rosenberg de Souza, Ângela de Mérice, Maria Perpétuo do Socorro, Givaldo Couto, Gilson Silva, Maria Raimunda Silva e Alfredo Gonçalves de Lima Neto. Todos os sete poetas são escritores locais. O evento, que vai acontecer no foyer do Centro de Cultura, é para convidados.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista.

Lançamento da Antologia poética “Esquinas da Alma”
Linguagem: Literatura
Dia e Horário: 10/05 (sexta-feira), 19h
Local: Centro de Cultura Olívia Barradas
Classificação: Livre

Centro de Cultura de Alagoinhas recebe “Ciranda das Manas” nesta terça-feira (07)


WhatsApp Image 2019-05-02 at 21.21.20

O Centro de Cultura de Alagoinhas, espaço cultural administrado pela SecultBA, recebe nesta terça-feira (07), às 19h, mais uma edição da Ciranda das Manas, projeto que busca – através do diálogo acolhedor e da troca de experiências – construir uma rede de colaboração mútua entre mulheres. Nesta edição, a conversa vai ter como ponto de partida o tema: “Ser mãe: dádiva, imposição ou escolha?”. A entrada é franca e também vai ter “lanche coletivo”.

A cada roda um tema é abordado de maneira horizontal, sem a proposta de “sou especialista”, afinal, o projeto fala da vida das mulheres e cada uma é especialista nas suas vivências. Dessa forma, serão discutidos temas como obras escritas por mulheres e o retrato da mulher na música e na arte de modo geral. A Ciranda também é um chamamento para refletir sobre a produção cinematográfica e audiovisual e sobre como a mídia aborda casos de violência contra mulher, por exemplo.

O projeto tem apoio das instituições que compõem a rede de enfrentamento da violência contra a mulher e de equipamentos públicos para realizar as ações com mulheres múltiplas e diversas. As rodas devem ter a duração de duas horas, com perspectiva de: ouvir, falar e colaborar na construção das políticas públicas e ocupação dos espaços pelas mulheres na sociedade.

Sobre o projeto – A Ciranda das Manas surgiu a partir da necessidade de libertação e do entendimento de que isso só é possível se houver união e atuação efetiva. É um espaço de mulheres para compartilhar suas histórias, angústias, sonhos, alegrias, conhecimentos e, principalmente, apoio, força e voz. Um projeto que tem estrutura de roda de conversa itinerante e pretende percorrer, inicialmente, os municípios baianos com a provocação de ampliar espaços de debate, empoderamento e acolhimento para mulheres.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista.

Ciranda das Manas
Linguagem: Mmultilinguagem
Dia e Horário: 07/05 (terça-feira), 19h
Quanto: gratuito
Local: Centro de Cultura de Alagoinhas

Divina Valéria faz show no Centro de Cultura João Gilberto em Juazeiro


Divina Valéria

O show, que acontece no sábado (11), faz parte da 21ª edição do concurso “Vitor-Vitória” |Foto: divulgação

No próximo sábado (11), a partir das 20h30, o Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro, espaço administrado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), vai ser palco da 21ª edição do concurso “Vitor-Vitória”. O concurso é considerado uma das maiores competições de beleza gay do interior da Bahia e tem como objetivo eleger a transformista mais bela do Vale do São Francisco. Os ingressos custam R$ 60 na bilheteria do evento e R$ 30 antecipados.

Nesta edição, o público vai ser contemplado com um show da atriz, cantora e transformista Divina Valéria. Nos palcos, nos anos 1960, Divina Valéria foi a grande rival da amiga Rogéria. As duas contracenaram juntas no espetáculo Les Girls. Na França, ela atuou no Carrosel de Paris, famosa casa da capital francesa que apresentava show de travestis, na década de 1970. No cinema, Divina Valéria atuou nos filmes Cidade Baixa (2005) e Divinas Divas (2016).

De acordo com o organizador do concurso, o empresário e professor de Dança Geraldo Pontes, “Há 19 anos, este concurso tem sido o palco da beleza gay e das grandes estrelas que se sensibilizam com a história, que já trouxe Rogéria, Jane Di Castro, Isabelita dos Patins, Valéria, Eike Maravilha e a humorista Marlene Casanova. De Salvador vieram pratas da casa, como Bagagerry Spilberg, Pamela Raia, Ornela Muth, Dica Rios”.

Durante o concurso, uma comissão julgadora vai avaliar os candidatos pelos desfiles de fantasia e traje de noite, obedecendo aos quesitos: beleza plástica, simpatia, elegância e produção. O vencedor leva um prêmio em dinheiro mais uma viagem de turismo.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista.

21ª edição do concurso “Vitor-Vitória” – Show Divina Valéria
Linguagem: Mmultilinguagem
Dia e Horário: 11/05 (sábado), 20h30
Quanto: 60 e 30 reais
Classificação: Livre
Local: Centro de Cultura João Gilberto

Espetáculo “Chame Gente!” faz apresentação gratuita no Espaço Cultural Alagados


Espetáculo_Chame_Gente_Divulgação

Foto: divulgação

O espetáculo “Chame Gente!” volta a cartaz no Espaço Cultural Alagados, administrado pela SecultBA, nos próximos dias 11 e 12 de maio (sábado e domingo), com duas sessões por dia (16h e 19h), com entrada gratuita. Nesta curta temporada, o elenco da peça contará com a participação especial do ator Raimundo Moura, líder comunitário da região, que possui mais de 30 anos de carreira na cena artística baiana.

Nas sessões do Dia das Mães (12 de maio), haverá sorteio de cestas de presentes em homenagens às mães do bairro. Após as apresentações, em dias a serem definidos, o elenco do espetáculo “Chame Gente!” promove oficinas de pandeiro, iniciação teatral e musicalização, tendo como público-alvo moradores da região de Alagados.

O enredo músico teatral apresenta estórias que mergulham na música popular brasileira, com destaque para o carnaval. Em um contexto onde pulsa folia, poesia e protesto, o público faz um passeio por canções populares que envolvem os discursos, a construção das cenas e dos personagens que são vistos no palco. Entre as canções estão: “Protesto Olodum”, de Tatau; “Tarde em Itapuã”, de Vinicius de Moraes; “Isto é bom”, de Xisto Bahia; “Território Conquistado”, de Larissa Luz e “Maracangalha”, de Dorival Caymmi.

Com direção e texto assinados por Kadu Lima, o espetáculo “Chame Gente!” já realizou dez apresentações desde que estreou em fevereiro deste ano. Espaços culturais como Teatro Raul Seixas e Teatro Sesc-Senac Pelourinho já receberam a ambientação da peça, que se passa num bar, em uma quarta-feira de cinzas, onde uma banda se apresenta e vários acontecimentos ocorrem ao redor disso.

“Sabemos da importância de tornar nosso trabalho cada vez mais acessível a um público que não está próximo dos espaços culturais de grande circulação e que, em sua maioria, não usufrui das produções do teatro baiano”, destaca Kadu Lima. O espetáculo conta o patrocínio do Governo do Estado da Bahia através da Bahiatursa e tem a produção assinada por Danilo Aworan, Ery Placido, Elder Andrade, Kadu Lima e Renata Abreu, além das parcerias com Aworan e a MoveMoinhos – produções artísticas.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse: http://www.cultura.ba.gov.br.

Serviço:

O que: Espetáculo “Chame Gente!”

Quando: 11 e 12 (sábado e domingo), duas sessões às 16h e às 19h

Onde: Espaço Cultural Alagados (R. Silvino Pereira – Final de linha do Uruguai)

Quanto: Entrada gratuita

Classificação: 16h (livre) / 19h (+12 anos) 

Ficha técnica:

Texto e Direção: Kadu Lima

Assistentes de Direção: Ery Placido e Daiane Martins

Elenco: Alana Bomfim, Alonso Natureza, Daiane Martins, Elder Andrade, Emillie Lapa, Ery Placido, Jessica Marques, Jú Martins, Luís Muniz, Nivea Bastos, Wellington Grojão, Edem Gordo e Victor Tito

Participação Especial: Raimundo Moura

Elenco de apoio: Heron Preto

Preparação Vocal: Victor Tito

Direção Musical: Victor Tito e Wellington Grojão

Cenário e figurino: Elder Andrade e Nora Lopes

Designer gráfico: Sérgio Agnelo

Concepção de Luz: Frank Magalhães

Operação de Luz: Sergio Agnelo

5ª edição do Festival Under agita o Cine Teatro Solar Boa Vista


Under Baile

Foto: @sirc_heart

No próximo sábado (27), a partir das 23h, o Cine Teatro Solar Boa Vista, espaço administrado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), vai ser palco da 5ª edição do Festival Under. O BA1LE UNDER é a festa do coletivo de rap Underismo. Ela surgiu em abril de 2018 com a necessidade de realizar o lançamento do primeiro trabalho do grupo, o EP R3sídu0. Mais três edições do evento aconteceram no bairro da Mouraria, no Centro de Salvador, e reuniram um público igualitário de homens e mulheres, com muito respeito e tolerância para com o próximo. Nesta edição, os ingressos custam R$ 20 e R$ 10.

Under Baile 2

Kolx. Foto: @sirc_heart

O Baile Under se tornou um festival por reunir várias linguagens como o lançamento da coleção de roupas Pretx Chave, e de audiovisuais como o clipe de mesmo nome em parceria com a marca Produto Dugueto.

O coletivo Underismo foi criado há dois anos. É Formado por dez pessoas: Darlan (Senpai), Felipe (Ponci), Iago (Trevo), Alef (Ares), Caio (kolx), Adilton (Moura), Thiago (Alfa), Filipe Duarte (Flip) e Raísa Muniz – esses produtores – e Bruno (Nobru), que é técnico de som. Além deles, têm também muitos colaboradores, como o selo GANA, que tem como membros Mayara Ferrão, artista visual, e Filipe Mimoso, produtor musical. Fotógrafos e videomakers como Felipe Correia, Gabriel Nogueira, Ramires AX e Fernando Gomes trabalham em parceria com a Under.

O termo Underismo foi criado por Felipe Ponciano (Ponci) e vem da junção de underground, termo em inglês que significa “subterrâneos” e “movimentos subversivos”, com liricismo, que remete aos MCs mais “complexos”, tanto na escrita e no uso de gêneros literários, como num profundo domínio de vocabulário.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista.

5º Festival Under

Linguagem: Música

Dia e Horário: 27/04 (sábado), 23h

Quanto: 20 e 10 reais

Classificação: 18 anos

Local: Sala Principal