Centro de Cultura Olívia Barradas homenageia Castro Alves no seu 169º aniversário


poesianaarvore[1]

O Centro de Cultura Olívia Barradas – espaço administrado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) em Valença –, em parceria com a Biblioteca Municipal Ruy Barbosa, realiza o projeto Poesia na Árvore: Homenagem à Castro Alves, no Centro de Cultura Olívia Barradas, no dia 14 de março, de 9h às 20h. Serão realizadas visitas, recitais, exibições de curtas, mesa redonda, além da exibição do filme Castro Alves – Retrato Falado do Poeta para comemorar o seu 169º aniversário. O evento conta com o apoio da Caliban Produções Cinematográficas.


O projeto visa trazer para mais próximo das várias linguagens culturais as escolas pública, visto que as instituições de ensino, sejam privadas ou públicas, deixam esta questão em segundo plano, na opinião do coordenador do espaço, Otávio Mota. “A gente quer que a cultura esteja mais presente, de maneira mais efetiva, e que os alunos tenham ainda mais conhecimentos nas questões culturais, no sentido das suas variadas linguagens”. Na ocasião, a Poesia na Árvore homenageia Castro Alves no dia do seu aniversário, dia 14 de março, onde completaria 169 anos. O evento tem como direcionamento os alunos de escola pública de ensino. “A ideia é chamar a Rede Pública para inseri-la no contexto poético, tomando como foco a poesia de Castro Alves no dia do seu aniversário”, explica Otávio.

Retrato Falado – O documentário Castro Alves – Retrato Falado do Poeta, mesclando a ficção e realidade, conta sobre a curta vida de Castro Alves (interpretado por Bruno Garcia), que morreu aos 24 anos. Mesmo jovem, teve um lado mulherengo e apaixonado. Atravessou o país com suas poesias e ideias, que são marcadas pela sua luta no combate à escravidão. Também teve presença política garantida na proclamação da república. O filme é um documentário de 1999, dirigido pelo cineasta Silvio Tendler.

Castro Alves – Poeta e escritor baiano, patrono da cadeira 07 da Academia Brasileira de Letras, nasceu em Vila de Nossa Senhora da Conceição de Curralinho em 1847. Tentou ingressar na Faculdade de Direito de Recife, mas mesmo sendo reprovado, sempre foi requisitado em sessões públicas da Faculdade, conseguindo depois a admissão. Sempre admirado pelas mulheres devido ao seu porte físico, teve um caso com a atriz portuguesa Eugênia Câmera. Depois de passar por cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, voltou a Salvador devido a muitas complicações de saúde. Já com a perna amputado devido a um tiro e com tuberculose, viveu por 01 ano em uma fazenda em Itaberaba. Morreu em Salvador em 1871. Seus poemas mais marcantes estão ligados ao combate à escravatura, por isso, é considerado o Poeta dos Escravos, e teve grande força política na proclamação da república.

Confira a programação completa do evento abaixo:

9h – Exibição de Vídeos “Curta Castro Alves”
9h30 – Visita à Praça da Árvore da Poesia e Recital com a participação de estudantes, poetas valencianos e comunidade;
14h – Exibição de Vídeos “Curta Castro Alves”
14h30 – Visita à Praça da Árvore da Poesia e Recital com a participação de estudantes, poetas valencianos e comunidade
19h – Exibição do filme “Retrato Falado;
20h – Mesa Redonda com a participação da comunidade, estudantes e professores.

Anúncios