SecultBA divulga aprovados na primeira chamada do Edital de Mobilidade Artístico e Cultural


O resultado da primeira chamada do Edital Mobilidade Artística e Cultural 2016 está publicado na edição do Diário Oficial desta terça-feira (31). Foram aprovadas 34 propostas de um total de 66 apresentadas, envolvendo um total de R$ 245.850 em investimento.  Dos projetos, quatro foram incluídos na categoria Residência Artística e Cultural; seis, em Formação Artística e Cultural; e 12, em Intercâmbio e Difusão. Confira a lista com pré-selecionados e suplentes no site da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), http://www.cultura.ba.gov.br.

Esta primeira seleção contempla projetos inscritos no período de março e abril, para propostas com atividades previstas para os meses de agosto a outubro deste ano. As propostas selecionadas foram apresentadas em sua maioria por proponentes da Região Metropolitana de Salvador, mas atendem também à Chapada Diamantina, Recôncavo, Sisal, Portal do Sertão e Litoral Sul.

O edital tem a característica de financiar iniciativas de residência, formação, intercâmbio e difusão cultural dentro do Brasil e também no exterior. Destaque para a área de música, com o maior número propostas apresentadas, seguida de artes visuais e dança. As áreas de literatura, audiovisual, circo, cultura digital, gestão cultural e teatro também foram representadas.

Segundo o diretor de Fomento da SecultBA, Matias Santiago, a Comissão Temática realiza uma análise de mérito e avalia a adequação e execução das propostas. Cada uma das chamadas tem um valor limite de R$ 250 mil, sendo que o edital permite a participação de todos os segmentos culturais.

Ainda é possível se inscrever para a segunda chamada, que recebe propostas até o dia 3 de junho para atividades principais a serem realizadas entre os meses de novembro de 2016 e janeiro de 2017. O Superintendente de Promoção Cultural, Alexandre Simões, ressalta que o edital tem como objetivo contribuir com a política cultural do Estado, inserindo de forma qualificada o que se produz na Bahia nos cenários nacional e internacional. “A ideia é promover o diálogo intercultural e investir na profissionalização de agentes locais e aprofundar a cooperação artística e cultural no Brasil e fora dele”.

A terceira chamada do edital será realizada entre os dias 11/07 e 09/08 e contemplará projetos com atividades programadas para os meses de fevereiro a abril de 2017. As propostas têm valor limite de R$ 50 mil para projetos de intercâmbio e difusão; e R$ 25 mil para projetos de Residência Artística e Cultural e Formação Artística e Cultural.

A SecultBA proporciona atendimento através da Central de Atendimento Integrado para orientar interessados e proponentes. A Central funciona de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h, através do telefone (71) 3103 3489, e¬mail mobilidade@cultura.ba.gov.br ou presencialmente, no endereço Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n, térreo – Centro, CEP: 40.020-¬010 – Salvador/Bahia.

edital imagem

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias Estaduais de Cultura e da Fazenda da Bahia. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.

 

Anúncios