SecultBA institui Colegiados de Gestão Participativa em três territórios de identidade


Além disso, aconteceu também reunião de planejamento do Colegiado de Gestão Participativa do Centro de Cultura Olívia Barradas

WP_20160516_15_30_09_Pro

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), através da Diretoria de Espaços Culturais (DEC), órgão da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult) realizou encontros sobre o Colegiado de Gestão Participativa entre os dias 16 e 19 de maio de 2016. As reuniões aconteceram com dois principais objetivos. O primeiro foi direcionado para planejar ações  do colegiado de gestão participativa do Centro de Cultura Olívia Barradas em Valença/BA. O segundo objetivo foi a criação dos colegiados de gestão participativa da Casa de Cultura de Mutuípe  e do Centro de Cultura ACM (Jequié/BA).

Nesses 3 espaços culturais os principais pontos abordados falam sobre o lançamento de um edital de dinamização de espaços culturais, movimentando e ocupando os centros de cultura, a chamada pública para ocupação das salas de ensaio de espaços culturais na sua amplitude (escolas, praças e etc) e a Leitura comentada do regimento interno do colegiado de gestão participativa – Centro de Cultura Olívia Barradas. O Diretor de Espaços Culturais, Romualdo Lisboa, acredita que o Colegiado de Gestão Participativa vai trazer para o espaço cultural a capacidade de se ter ações que extrapolem a cidade onde este está inserido. Quanto mais diversa e múltipla for a gerencia do espaço maior a possibilidade de que se amplie para a comunidade inteira. A principal ideia do Colegiado de Gestão Participativa, segundo Romualdo, é fazer com que as universidades, escolas públicas e privadas, o poder público municipal e estadual, entendam o espaço como o território e como este deve ser movido pela cultura. Até o início de junho de 2016 estão abertas as inscrições para 4 novos colegiados e até o final de junho já deve estar publicado no diário oficial a formação desses novos colegiados.

Instituídos através da Portaria 338/2014, no âmbito dos equipamentos culturais da Secretaria de Cultura da Bahia – SecultBA, os Colegiados de Gestão Participativa são instâncias de controle social para acompanhamento da gestão do espaço cultural. De caráter consultivo e opinativo, o Colegiado tem entre os seus objetivos, a função de apoiar e avaliar a gestão do espaço cultural sob sua responsabilidade, propor estratégias para a sua dinamização e contribuir para torná-lo uma referência na produção e difusão cultural do seu território.

Cada Colegiado de Gestão Participativa terá entre cinco e trinta membros, a depender da quantidade de inscritos no processo seletivo. Após as inscrições, serão eleitos os de maior representatividade cultural, conforme julgamento de uma comissão formada pelo Secretário de Cultura; pelos Superintendentes da Secretaria; pelos dirigentes das unidades vinculadas, Fundação Cultural, Fundação Pedro Calmon, CCPI (Centro de Culturas Populares e Identitárias) e IPAC (Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural); além dos dirigentes da ADIMCBA (Associação dos Dirigentes Municipais de Cultura da Bahia) e do Conselho Estadual de Cultura.

Espaços Culturais DEC / SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC) e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse: www.espacosculturais.wordpress.com.

 

 

 

 

Anúncios