O território da cultura


modelo_saiunamidia

Sandro Magalhães

Professor e superintendente da Secult-Ba

Artigo publicado na Coluna  Opinião do jornal A TARDE – Edição de segunda, 27 de junho de 2016 

Cultura é: de um passinho ensaiado do forró, passeando pelas expressões corporais, cênicas, até os enfrentamentos às injustiças e a defesa por direitos. E qual é o lugar da cultura? Onde ela ocupa e desocupa? Nas relações, na comunidade em que vivemos e democracia em construção. Somos símbolos, arte, patrimônio, livro e memória. E, para a gestão, o desafio é construir um desenvolvimento que leve em consideração nossa diversidade.

A Bahia está no caminho. Nos últimos nove anos, a comunidade cultural e o poder público, por vezes com estratégias divergentes, conseguiram, juntos, construir uma trajetória capaz de transformar em política pública o que era encarado somente como alegoria. A lei orgânica, o Plano Estadual de Cultura, a regulamentação do Fundo de Cultura, a estruturação e as inovações nas instâncias de participação são instrumentos de uma nova política.

Hoje, além da mudança de cenário, a crise econômica nos remete a muitos desafios e só um caminho: gestão, diálogo e criatividade. É o momento de consolidar ações que sejam capazes de transversalizar a cultura com outras políticas de Estado, como o programa Escolas Culturais, que vai dinamizar escolas públicas com programação artística em comunidades vulneráveis.

É necessário, também, convencer e contribuir para que os municípios baianos desenvolvam suas políticas e priorizem nos seus orçamentos o fomento à cultura, numa ação em parceria com o programa Municípios Culturais.  Além disso, é uma tarefa de toda a comunidade cultural: convencer mais baianos da importância da cultura e da arte para o desenvolvimento do Estado, pautando as nossas representações políticas, consolidando o seu lugar e, enfrentando as limitações financeiras.

Tudo isso para formar mais agentes culturais, dinamizar centros, Pontos de Cultura, bibliotecas e museus. Além de evidenciar a cultura popular e planejar ações para as linguagens artísticas. A cultura é um bom lugar.

Anúncios