SecultBA lança Editais Setoriais 2016


O destaque é dado ao fomento do setor Audiviovisual, que tem garantidos R$ 14,5 milhões, maior aporte na história da seleção de projetos
13669587_1062709993809161_2786587933957717699_n
Os Editais Setoriais 2016 do Fundo de Cultura da Bahia reúnem um total de R$ 31,620 milhões em investimentos, abrangendo as mais diversas áreas da cultura. Duas novidades chamam a atenção: o aporte de R$ 8 milhões do Fundo Setorial do Audiovisual/Ancine, totalizando um valor global de R$ 14, 5 milhões para o Audiovisual; e um edital específico para a Capoeira, com investimento de R$ 500 mil.

Os editais estão disponibilizados nesta página, assim como o Formulário de Inscrição e a Planilha Orçamentária, tornando-se necessário que os artistas e produtores culturais atentem para prazos, preenchimento correto dos formulários eletrônicos (Siic) e físicos e da prestação de contas, evitando assim retrabalho ou prejuízos ao andamento dos projetos.

Os proponentes podem também acessar as informações detalhadas de cada Setorial no Tire Suas Dúvidas, observando cada área, valor destinado e unidades executoras dos editais. Guias de Elaboração de Propostas Culturais, de Proponente do Fundo de Cultura e de Alteração de Proposta Cultural também estão disponibilizados na aba de Guias dos Editais Setoriais 2016, na página de Editais.

As inscrições ocorrem até o dia 15 de agosto de 2016, podendo ser confirmadas em dois formatos: através da internet, através do Clique Fomento (inclusive, algumas chamadas têm inscrição exclusiva por esse formato); e por meio físico, através dos Correios.

Na edição de 2016, os seguintes segmentos serão contemplados:

Cultura Popular – Capoeira (R$ 500 mil);
Cultura Popular – Versão Padrão (R$ 500 mil)
Cultura Popular – Versão Simplificada (R$ 500 mil)
Apoio a Bibliotecas Comunitárias (R$ 200 mil)
Apoio a Leitura (R$ 200 mil)
Publicação de Livros por Editoras Baianas (R$ 300 mil)
Restauração e Digitalização de Acervos Arquivísticos Privados (R$ 300 mil)
Artes Visuais (R$ 1 milhão)
Audiovisuais (R$ 14,5 milhões)
Circo (R$ 700 mil)
Dança (R$ 1,5 milhão)
Formação e Qualificação (R$ 2 milhões)
Grupos e Coletivos Culturais (R$ 4,52 milhões)
Literatura (R$ 700 mil)
Música (R$ 1,5 milhão)
Teatro (R$ 2 milhões)
Cultura Digital (R$ 1 milhão)
Museus ( R$ 1 milhão)
Patrimônio Cultural, Arquitetura e Urbanismo (R$ 1,2 milhão)
Dinamização de Espaços Culturais (R$ 2 milhões)
Territórios Culturais (R$ 2 milhões)
Economia Criativa (R$ 1 milhão)


Histórico

Desde sua criação, há cerca de dez anos, o Fundo de Cultura da Bahia já aportou mais de R$ 212 milhões em incentivos para projetos e atividades culturais, sendo R$ 186 milhões entre 2007 e 2015. Os investimentos, que contam com recursos da Coelba e da Oi, ganharam novo impulso e mais transparência quando, em 2007, o Governo do Estado adotou a prática de seleções públicas, amplamente divulgadas, para executar a política de fomento à cultura, baseada em três princípios fundamentais: democratização do acesso, valorização da diversidade cultural e a territorialização, impulsionando cada vez mais a estadualização da política pública com ênfase nas especificidades locais.

Em caso de inscrição por meio físico através dos Correios, seguem os arquivos:

Formulário de Inscrição

Planilha Orçamentária

EDITAIS:

Artes Visuais 2016


Dinamização de Espaços Culturais da Bahia 2016

Economia Criativa 2016

Formação e Qualificação 2016

Grupos e Coletivos Culturais 2016

Literatura 2016

Museus 2016

Setorial de Culturas Populares 2016 – Capoeira

Setorial de Arquivos 2016

Setorial de Audiovisual 2016

Setorial de Bibliotecas 2016

Setorial de Circo 2016

Setorial de Culturas Digitais 2016

Setorial de Culturas Identitárias 2016

Setorial de Culturas Populares 2016 – Versão Simplificada

Setorial de Culturas Populares 2016

Setorial de Dança 2016

Setorial de Leitura 2016


Setorial de Livro 2016

Setorial de Música 2016

Setorial de Patrimônio 2016

Setorial de Teatro 2016

Territórios Culturais 2016

Anúncios