Inscrições para os Editais Setoriais do Fundo de Cultura terminam 15 de agosto


editalfinal

Incentivo a Formação de Leitores e Mediadores, Capoeira e mais investimentos para o Audiovisual. Essas são algumas das novidades dos Editais Setoriais do Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) 2016. As inscrições seguem abertas até o dia 15 de agosto, sendo que os proponentes devem ficar atentos ao preenchimento correto dos formulários e aos prazos de execução de cada projeto.


Para se inscrever pela internet, basta enviar a proposta através do Sistema de Informações e Indicadores em Cultura (Siic). Por meio físico, é necessário preencher os formulários que constam no site da Secretaria da Cultura da Bahia (SecultBA) e enviar pelos correios para o endereço que consta nos editais. É também necessário prestar atenção à natureza do proponente, uma vez que somente pessoas jurídicas podem se inscrever nos setoriais de Arquivo, Formação e Qualificação em Cultura, de Livros, e de Audiovisual – Anexos I e II. Microempreendedor Individual (MEI) é considerado pessoa física.

Guias e tutoriais
Os proponentes podem ainda acessar a página Guia dos Editais Setoriais, que trazem respostas para as dúvidas mais frequentes, reúne manuais e os tutoriais para a elaboração de propostas culturais, acesso ao Siic e orientações para os proponentes do Fundo de Cultura. Nessa páginas também constam os três vídeos tutoriais que a SecultBA preparou para auxiliar o público no envio das propostas para os Editais Setoriais 2016. São eles: “Como se cadastrar no Clique Fomento”, “Como cadastrar uma proposta” e “Preenchendo o formulário”.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.

Anúncios