Maria Marighella é a nova diretora de Espaços Culturais


Com experiência na gestão pública na FUNCEB e na Funarte, Maria foi apresentada no III Encontro de Política e Gestão Culturais da Bahia

Maria Marighella %5bFoto por Rosilda Cruz%5d

Maria Marighella assumiu o cargo de Diretora de Espaços Culturais da SecultBA no início do mês de agosto  | Foto: Rosilda Cruz

Durante o III Encontro de Política e Gestão Culturais da Bahia, a nova diretora de Espaços Culturais da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) foi oficialmente apresentada à comunidade cultural baiana. Maria Marighella, nomeada no último 1º de agosto, teve sua primeira participação pública no cargo já como mediadora do I Fórum de Espaços Culturais da Bahia, que integrou a programação do evento com a adesão de cerca de 120 agentes culturais.

A Diretoria de Espaços Culturais (DEC) da SecultBA é um setor integrado à Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult) e responde pela gestão de 17 espaços culturais distribuídos em 12 municípios baianos. Também atua na ativação de toda uma rede de ambientes públicos e privados que se dedicam à cultura, inclusive por meio do Edital de Dinamização de Espaços Culturais, que, em 2016, aporta R$ 1,5 milhão a propostas que prevejam programações regulares de espaços culturais na Bahia.

Atriz, bacharel em Interpretação Teatral pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Maria Marighella já atuou como coordenadora de Teatro na Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entre 2012 e 2015, de onde se encaminhou à coordenação de Teatro do Centro de Artes Cênicas da Fundação Nacional de Artes (Funarte), vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), cargo que ocupou até maio de 2016, participando ativamente do processo de elaboração da Política Nacional das Artes (PNA).

Posse simbólica de Colegiados de Gestão Participativa dos Espaços Culturais %5bFoto por Rosilda Cruz%5d

Cerimônia simbólica de posse dos membros dos Colegiados de Gestão Participativa do Centro de Cultura Adonias Filho, CC Olívia Barradas, CC de Porto Seguro e CC de Alagoinhas | Foto: Rosilda Cruz 

COLEGIADOS DE GESTÃO PARTICIPATIVA – Maria Marighella propõe um trabalho que inclua com mais potência a juventude e fomente a plena ocupação pela sociedade civil dos equipamentos mantidos pelo Estado. “Ao assumir esse lugar, defendo que possamos continuar fortalecendo uma parceria de ocupação, num momento chave da democracia brasileira”, disse ela, durante uma cerimônia simbólica de posse de quatro Colegiados de Gestão Participativa dos Espaços Culturais.

Esta nova frente de participação social foi provocada pela Sudecult para que se garantam resultados cada vez mais qualificados dos centros públicos estaduais. Todos os espaços culturais terão um Colegiado de Gestão Participativa, sendo que quatro deles já estão formados e iniciaram seus trabalhos: o Centro de Cultura Olívia Barradas (Valença), o Centro de Cultura de Porto Seguro, o Centro de Cultura Adonias Filho (Itabuna) e o Centro de Cultura de Alagoinhas. Representantes destes agrupamentos foram convidados a participar do III Encontro de Política e Gestão Culturais da Bahia e do I Fórum de Espaços Culturais da Bahia, tendo sido simbolicamente empossados pelo superintendente de Desenvolvimento Territorial da Cultura, Sandro Magalhães, durante o evento.

“É um desafio muito grande fazer uma gestão pautada nas demandas reais da sociedade civil. Ao longo dos últimos anos, a gestão cultural na Bahia se tornou uma referência neste aspecto. Os Colegiados de Gestão Participativa dos Espaços Culturais são mais um importante avanço neste sentido”, afirmou Sandro Magalhães.

Anúncios