Em sua 5ª edição, Festival Xistinho celebra a infância


Projeto estimula a fruição cultural de crianças através de uma programação diversificada

card_xistinho

No mês em que se comemora o Dia das Crianças, o Espaço Xisto Bahia promove, entre os dias 6 e 28 de outubro, a quinta edição do Festival Xistinho – Arte, Brincadeira e Traquinagem. O projeto, já consolidado no calendário de Salvador, busca despertar o interesse e fortalecer o hábito do consumo cultural de crianças em idade escolar, através de uma programação diversificada, que os valoriza enquanto agentes de transformação social.

Nessa edição, a programação foi pensada para contemplar diversas linguagens artísticas, desde teatro e dança, até artes plásticas, criando um ambiente que estimule a fruição estética dos pequenos.

A abertura acontece em uma noite pensada para toda família. Às 18h, com entrada gratuita, a Mostra Xistinho recebe apresentações de diversos artistas e linguagens, como Casa do Sapateado, Insight, Arena Conta Zumbi, Neojibá e da Escola de Balé do Nordeste de Amaralina.

Na sexta-feira (7/10), às 9h, o projeto Neojiba apresenta o concerto Circo dos Metais. Fantasiados de personagens circenses, os músicos tocam composições de diversos estilos musicais, de Mozart a Luiz Gonzaga e, de forma lúdica, apresentam os instrumentos que fazem parte da família dos metais. A entrada é gratuita.

O palhaço Tiziu, vivido pelo artista João Lima, resolve montar sozinho um espetáculo circense com todas as atrações possíveis. Somente ele interpreta o apresentador, o mágico, o malabarista e até a bandinha para a diversão da criançada. A peça Circo de um Homem Só se apresenta no dia 19 de outubro, às 15h, com entrada gratuita.

Já em INventários: o despertar, atores vestidos de bonecos promovem estímulos sonoros através da voz para tratar de aspectos sociais e interagir com o público, no dia 21, às 15h, e nos dias 22 e 23, às 16h. A entrada é gratuita.

Como não poderia deixar de acontecer, as crianças podem participar de diversas atividades de formação. Dentre os destaques, todo gingado das danças de ruas pode ser conferido na Oficina de Danças Urbanas, no dia 11, às 10h. As inscrições são gratuitas.

O Xistinho também abre espaço para o debate. Qual é o lugar da criança? É da infância que se constrói um cidadão? Estas e outras questões que estão em voga na contemporaneidade são problematizadas no dia 18, às 15h, na mesa-redonda A Adultização Infantil. As inscrições custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

A NOVA MARCA – Resultado da promoção Crie Seu Xistinho, a marca do festival, que representa a amizade de um menino e uma menina com o “X” de Xisto, foi colorida pelas mãos de Iris Victória Andrade, de 8 anos de idade. Ela foi vencedora diante de mais de 300 desenhos feitos por crianças de 6 a 10 anos do Território Metropolitano de Salvador, inscritos no concurso, lançado em julho passado para escolher o novo mascote do evento. Na abertura, que acontece no dia 6 de outubro, Iris, que é moradora do bairro de Barros Reis, vai ser premiada com uma bolsa de estudos de três meses para o curso de desenho artístico da Escola Arte Kids, além de receber passaporte, com dois acompanhantes, para todos os dias do festival.

 

Anúncios