Bairro de Plataforma sedia o Festival das Periferias Ano 3


Música, dança, teatro e performance farão parte da programação do Festival das Periferias Ano 3 – cada quebrada um ritmo, marcada para os dias 15 a 18 de março, em Plataforma, Subúrbio Ferroviário de Salvador. Além das apresentações artísticas, o Festival ainda contará com seminário, minicursos e o 1º Concurso Música de Favela. O show de encerramento ficará por conta da cantora Larissa Luz.
O evento, totalmente gratuito, integra o Projeto: Formação em Produção e Gestão para Jovens de Coletivos Culturais, realizado pela CIPÓ com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural do Estado da Bahia e Secretaria de Cultura.

O objetivo do Festival é valorizar a cultural local, favorecendo a identidade das comunidades periféricas. Para isso, além das apresentações culturais, também ocorrerão debates sobre os temas: Culturas Periféricas e Cultura e Mundo do Trabalho; além de Minicursos sobre elaboração de projetos culturais e planejamento de comunicação para ações culturais, no intuito de instrumentalizar jovens produtores para realização de ações culturais na periferia.

O Festival ainda contará com o I Concurso Música de Favela, com o compromisso de reconhecer os ritmos e talentos das periferias de Salvador, valorizando a produção musical jovem. Poderá participar qualquer jovem compositor que more em bairro periférico de Salvador, com idade entre 15 e 29 anos.
Serão aceitas inscrições de músicas inéditas, de gênero livre, e com temática sobre juventude e periferia. Na etapa final do Concurso, as 6 composições selecionadas serão apresentadas ao vivo para o público e para os jurados.

Como parte da formação, toda produção do evento contará com a participação direta de jovens entre 15 e 24 anos oriundos de coletivos, organizações e grupos culturais do Subúrbio Ferroviário. Eles participam do projeto Formação em Produção e Gestão para Jovens de Coletivos Culturais.

Segundo Alexandre Simões, superintendente de Promoção Cultural da SedeculBA, o Fundo de Cultura se consolida como a mais importante ferramenta de apoio a produção cultural do Estado, não só do ponto de vista financeiro, mas também político e social. “Isso se comprova por suas características de funcionamento, que permitem seleções públicas preconizadas, inclusive, na letra da sua lei, abrindo espaço para a participação da sociedade civil e dos agentes culturais e territoriais permitindo a participação desses agentes na escolha dos projetos, nas reflexões a cerca da construção do texto das chamadas públicas, e em diversas instâncias de consulta, como também acento na comissão gerenciadora”, ressalta.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: http://www.cultura.ba.gov.br

Serviço
Festival das Periferias Ano 3 – Cada Quebrada um Ritmo

Onde: Centro Cultural Plataforma
Data: 15 a 18 de março
Seminário “Culturas Periféricas” com Sueide Kintê; Nelson Maca e Enderson Araújo
Data: 15 de março, às 13h
Seminário “Cultura e Mundo do Trabalho” com Fernanda Bezerra e Etenoel
Data: 15 de março, manhã
Minicurso “Elaboração de Projetos Culturais” com Leo Vilas Verde
Data: 16 e 17 de março, das 8h às 17h
Minicurso “Planejamento de Comunicação para Ações Culturais” com Antonio Pita
Data: 16 e 17 de março, 8h às 18h
I Concurso Música de Favela
Data: 18 de março
Show de dança com Salt’Jazz
Data: 18 de março, às 14h
Show de encerramento com Larissa Luz
Data: 18 de março

INSCRIÇÕES GRATUITAS — http://migre.me/wek2M

Anúncios